Zeca Afonso

Zeca Afonso - O Pastor De Bensafrim

rate me

Ã" ventos do monte

Ã" brisas do mar

A história que vou contar

Dum pastor Florival

Meu irmão de Bensafrim

Natural rezava assim

Passava ele os dias

No seu labutar

E os anos do seu folgar

Serras vai serras vem

Seu cantar não tinha fim

O pastor cantava assim

Ã" montes erguidos

Ã" prados do mar em flor

Ã" bosques antigos

Trajados de negra cor

Voa andorinha

Voa minha irmã

Não te vás embora

Vem volta amanhã

Dizei amigos

Dizei só a mim

Todos só de um lado

Quem vos fez assim

Dizei-me mil prados

Campinas dizei

A história que não contei

Serras vai serras vem

O seu mal não tinha fim

O pastor cantava assim

Ã" montes erguidos

Ã" prados do mar em flor

Ã" bosques antigos

Trajados de negra cor

Voa andorinha

Voa minha irmã

Não te vás embora

Vem volta amanhã

Dizei amigos

Dizei só a mim

Todos só dum lado

Quem vos fez assim

Seu bem que ele vira

Num rio a banhar

Ao vê-lo vir espreitar

Nunca mais apareceu

Ao pastor de Bensafrim

Sua dor chorava assim

Ã" montes erguidos

Ã" prados do mar em flor

Ã" bosques antigos

Trajados de negra cor

Voa andorinha

Não te vás embora

Vem volta amanhã

Dizei amigos

Dizei só a mim

Todos só dum lado

Quem vos fez assim

Get this song at:  amazon.com  sheetmusicplus.com

Share your thoughts

0 Comments found