Xeg

Xeg - O Sistema

rate me

Eu vivo numa cidade, melhor eu vivo na periferia

Onde as pessoas suam bastante para ganhar o pão de cada dia

Sem dinheiro para comprar...80% da televisão anuncia

Políticos e empresários estão juntos na mesma orgia

Na qual fodem o povo, metendo ouro e dando cobre

Esperando k todos os outros

se contentem com aquilo que sobre

onde o sistema é corrupto, o k é corrupto só encobre

ou é impressão minha ou na prisão

eu só vejo gente pobre

Mas é na televisão, com tudo aquilo k vejo

Aumenta a minha ilusão, aumenta o meu desejo

Consumismo, materialismo

A necessidade burra

De ter bens materiais, a qual o sistema empurra

Se um vence outro perde, se um perde outro vence

Este é o sistema a qual a gente pertence

Um lugar pa dois homens, dois homens pa um lugar

E a guerra começa contra quem deverias amar

Sempre fez confusão porque é k as pessoas

Lutavam com os parceiros

Só entendi a situação

Quando comecei a precisar de dinheiro

O mundo parece k esta cego debaixo deste nevoeiro

E o sistema não permite k eu possa avançar primeiro

Mas eu avanço, ou pelo menos tento

A vida não dá descanso entre muralhas de cimento

São os tons de cinzento, da cidade a k eu pertenço

50% da população vive em bairros sociais ou em guetos

Armas, narcóticos, violências, putas

São a base da pirâmide onde a estrutura é corrupta

Deputados, ministros, policias, políticos

Propaganda, televisão, jornalistas, críticos,

( x2) Se informação e ilusão

São o suporte do sistema

Montado e preparado pa que fique

sempre tudo na mesma

Já me disseram que és pobre, nunca te disseram porque

Pois esse tipo de questão, não é debatido na TV,

Os policias não comentam, os músicos não falam

Porque não ouvem CDs

Então que se foda o sistema, que se fodam todos vocês

Fazendo rap, tento manter a alma acesa

O mundo assiste à globalização, globalização da pobreza

E da injustiça social

Neste inferno capitalista, neo liberal

É a luta no dia a dia em dita democracia

Cada um por si

Sem ideais nem filosofia

Começam com o desafio à bófia

A ordem e o sistema

Mas a única coisa que ponho em causa

É a sua vida pequena

É pena, porque isto continua tudo na mesma

A ordem instituída rouba, mata, prende

Mas continua serena

Fechada nos seus escritórios

Com ideais provisórios e projectos ilusórios

Se a maneira de mudá-los, remover ou alterá-los

Miúdas continuam a ter filhos

Sem condições para educá-los

Sem direito a abortar

Sem planeamento familiar

As ruas enchem-se miúdos que já deixaram de sonhar

O terceiro mundo produz, o primeiro consome

É lá que há a riqueza, é lá que há a fome

É o desequilíbrio, numa ordem mundial injusta

Importamos riqueza, comida e prostitutas

Apenas exportamos minas, bombas e armamentos

Enquanto houver guerra, tá garantido o fornecimento

E o desenvolvimento desigual

Então k se foda a América e o governo de Portugal

Na Europa nós andamos a pisar algo k cheira mal

Porque é da miséria do terceiro mundo

Que é feita a riqueza do mundo Ocidental!

Get this song at:  amazon.com  sheetmusicplus.com

Share your thoughts

0 Comments found