Xeg

Xeg - Intro

rate me

Olhas-me como se fosse o teu tudo

Tu sonhas com a mudança mas amas-me porque eu nao mudo

Andas à minha procura mas quando eu entro tu sais

Esperas-me eternamente mas sabes que eu nao venho mais

Criticas-me por ser pesado mas sei que detestas o que é leve

A noite vence o dia como o fogo a entrar na neve

Estás confusa, perdida, no caos de toda a ordem

O mal completa o bem como a mulher completa o homem

Nesta vida o que se perde primeiro é a esperança

Ja fomos a mesma criança agora dançamos outra dança

Sentimentos mal definidos ou certeza do que nao se sente

Balançando distorcido entre o frio e o quente

Eu nao sei o que quero, mas tou certo do que nao quero

Sinceramente, eu minto-te pra te mostrar que sou sincero

Se ha alguem que eu conto tudo, esse é o meu caderno

Desejo o céu mas provoco inocentemente o inferno

Provocaçao, exaltaçao, em nome do que é puro

A guerra do passado trará a paz no futuro

O imprevisivel acaba por se tornar mais um vicio

É a certeza da incerteza, o fim do inicio ou o principio do fim

Trago o sol vindo da chuva porque sempre fui assim..

No fundo nao sou nada, mas todas as respostas que eu procuro

Eu encontro-as dentro d mim..

Ritmo e poesia.. Dedicada a todos os amantes desta cultura e filosofia

Get this song at:  amazon.com  sheetmusicplus.com

Share your thoughts

0 Comments found